Saiba como usar FGTS para adquirir imóvel ou negociar parcelas atrasadas

Saiba como usar FGTS para adquirir imóvel ou negociar parcelas atrasadas
Se você planeja ter um cantinho para chamar de seu, saiba que você pode usar o FGTS para realizar o seu sonho. O Fundo de Garantia do Tempo de Serviço pode ser usado para pagamento à vista do imóvel, caso o valor disponível cubra o valor integral da compra e também como montante de entrada no processo de aquisição.

A grande novidade, é que além das duas opções anteriores, agora também é possível usar o FGTS (Fundo de Garantia do Tempo de Serviço) para pagar até 12 parcelas atrasadas do financiamento imobiliário, limitando-se a quitação de até 80% de cada parcela.

Essa medida já existe a algum tempo, mas limitava-se ao abatimento de parcelas futuras e/ou parcelas com atrasos inferiores a 90 dias. A destinação do recurso para pagamento de mais de 3 parcelas atrasadas, está em vigor desde maio deste ano e poderá ser usufruída até dezembro de 2022.

Como utilizar o FGTS para negociar parcelas em atraso?

O trabalhador interessado deverá procurar o banco onde fez o financiamento habitacional e autorizar a movimentação da conta vinculada ao FGTS para poder abater até 80% de cada prestação, limitado a 12 parcelas atrasadas. Vale lembrar que o trâmite deve ser feito pessoalmente para que o mutuário assine a Autorização de Movimentação da Conta Vinculada.

Como usar o FGTS no financiamento imobiliário?

Para aqueles que querem comprar um imóvel e o FGTS é um recurso disponível, é possível utilizá-lo das seguintes formas:

  • Para pagamento integral do imóvel;
  • Como entrada no financiamento imobiliário;
  • Na antecipação das parcelas de financiamento, ou seja, pagamento parcial ou integral da dívida restante;
  • Na quitação de até 12 parcelas em atraso.

Regras para uso do FGTS

Essa é uma ótima notícia para aqueles que desejam se livrar das dívidas e possuem o recurso disponível. No entanto, existem algumas restrições. O recurso está disponível apenas para imóveis avaliados em até R$ 1,5 milhão. Trabalhadores que tenham utilizado o recurso nos últimos dois anos para diminuir seu saldo devedor, só poderão utilizar novamente o recurso após o fim desse intervalo, considerando como prazo a data da última amortização.

Alguns outros critérios devem ser respeitados na utilização do FGTS, entre eles:

  • Ter três anos de trabalho sob o regime do FGTS, ininterruptos ou não. A Caixa lembra que não é necessário estar com contrato de trabalho ativo;
  • Não possuir outro imóvel no município onde trabalha ou tem residência;
  • Não ter outro financiamento ativo no Sistema Financeiro de Habitação (SFH).


Agora que você está por dentro dessa novidade do mercado imobiliário, que tal realizar o sonho de conquistar o imóvel próprio com a SN Construtora? Conheça o Firenze Residencial e veja como ele se adequa ao seu estilo, reunindo tendências atuais de segurança, conforto e qualidade de vida em uma região super valorizada de Lavras!